CONTENÇÃO DE ENCOSTAS POR BIOENGENHARIA
 TRATAMENTO DE SOLOS E ÁGUA CONTAMINADOS
Tra
 
 
  • Facebook - White Circle
  • Blogger Social Icon
 
 

Aplicações 

Contenção de Taludes e  Encostas Naturais

A Grampo Verde oferece uma solução de Bioengenharia na recuperação ambiental de situações criticas, como contenção de encostas, recuperação de solos contaminados, tratamento de águas contaminadas e mitigação  de erosão em geral.

 

Perda de vidas e patrimônio e  degradação do meio ambiente podem ser fortemente mitigadas de forma sustentável  usando de forma racional recursos naturais que estão à nossa disposição .

A bioengenharia de solos é um campo da geotecnia que ganha cada vez mais espaço no cenário  técnico referente à estabilização de taludes e encostas naturais.

A investigação científica realizada nas últimas décadas com o Cryzopogon Zizanióides  conhecido  popularmente  como Vetiver ou Capim Sândalo, tem mostrado que com suas raízes gigantescas,   é um dos mais eficazes e seguros métodos naturais de contenção de encostas e taludes e proteção do meio ambiente. 

​​

O Vetiver tem apresentado bons resultados em obras civis e obras de mineração, para a proteção de taludes em beiras de estradas, de pilhas de estéril, cavas de minas, proteção de lagos, em terraços  e canais, tanto pela sua eficiência quanto pelo seu baixo custo quando comparado com outras práticas utilizadas em engenharia.

Tratamento de águas contaminadas

​O Vetiver  apresentou tolerância à contaminação e eficaz potencial
na remoção dos metais-traço presentes na água.
Os resultados indicam o potencial da espécie como uma promissora candidata para usos em programas de fitorremediação dos ambientes aquáticos.

Recuperação de solos degradados 

Fitorremediação de solos
contaminados inclusive por metais pesados​.
A fitorremediação é uma
tecnologia emergente, podendo
ser considerada uma alternativa inovadora e de baixo custo
comparada a outras tecnologias
de remediação. 
 
 

                                                               Missão

Um capim perene, popularmente conhecido como capim Vetiver, diferenciado por suas raízes  profundas, que atingem  7 metros de profundidade. Raízes densas e resistentes, com 1/6 da força tênsil do aço comum e com poder aglomerador. Com sementes estéreis, este capim é não invasivo o que o torna seguro do ponto de vista ecológico. Rebrota após fogo, graças a sua coroa subterrânea. Resiste a inundação ou estiagem prolongada. Extremamente rustico tolera todo o tipo de solos e  contaminantes como  antibióticos e metais pesados. Sem pragas nem doenças conhecidas, nem hospedeiro ou vetor de patógenos.

O Capim Vetiver (Chryzopogon Zizanióides) é originário dos pântanos do sul da  Índia  e há milênios ele é conhecido pelo óleo aromático que se extrai das suas raízes a que se atribuem efeitos calmantes. 

A perspicácia de um pioneiro, o engenheiro geotécnico Diti Hengchaovanich da  Tailândia, no século XX, o fez tirar partido das caraterísticas únicas desta planta e pela primeira vez a usar de forma organizada e em larga escala na estabilização de  rodovias e caminhos de ferro.

O uso do Vetiver   para proteção de encostas e taludes e reforçamento de solo tem ocorrido desde os anos 80 na

Índia, China, África do Sul, Austrália, Tailândia, Vietnam, EUA, Indonésia, Venezuela, Colômbia, Argentina, Peru, Costa Rica e Brasil.

A nossa missão é continuar a expansão desta solução verde, sustentável, aliada insubstituível de uma visão  sintrópica cada vez mais urgente.

 

Contato

Salvador, Bahia

fcp.grampoverde@gmail.com
WhatsApp 55  71  999 069 966

  • Blogger Social Icon
  • Facebook - White Circle

© 2016 Fernando C. Pinto - Biofábrica JAFM 

Extração de raiz de Vetiver

Ver para crer ! Extraímos uma planta de Vetiver para ver com nossos próprios olhos o gigantismo das suas raízes. O processo durou dois dias ! Clique no link para ver a galeria de fotos.

Go to link